Viver em Inglaterra

Este é o último de 3 artigos que publiquei sobre arranjar emprego em Inglaterra. Neste vou escrever sobre como é viver em Inglaterra, preços de casas, viagens para Portugal, alimentação, escolas de inglês, tempo, salários e transportes.

Preços de casas: As casas são bastante caras, tanto arrendar como comprar. Depende da zona em que se vive mas mais ou menos paga-se £750 por mês por uma casa só com um quarto e sala. Deixo este link para quem quiser dar uma vista de olhos: http://www.rightmove.co.uk/.

Viagens para Portugal: As viagens para Portugal de Londres não são caras mas é preciso marcar com antecedência. As companhias áreas que normalmente uso são easyjet, Iberia, British Airways e Tap. Também existem voos baratos pela Ryanair para o Porto.

Alimentação: Não acho os alimentos mais caros do que em Portugal, é preciso é ir aos supermercados certos. O melhor relação qualidade/preço é o Tesco. Há sempre várias promoções e talvez seja o Pingo Doce daqui. Em Inglaterra eles têm comida de todos os países, consegue-se comprar tudo menos variedade de peixe e este é um pouco mais caro do que em Portugal. A fruta e a carne também é um pouco mais caro.

Escolas de Inglês: Para quem quer fazer curso intensivos por um mês pagará £1000 no caso de escolher ter aulas o dia inteiro e ter aulas de speaking, reading and listening. Paga-se muito mas ajuda. Na minha escola até ajudavam a escrever CVs, tinham parceria com empresas e enviavam alunos para ter experiência profissional mas normalmente é não paga. Fica aqui o site para quem quiser ter uma ideia: http://www.concorde-int.com/

Tempo: Como toda a gente sabe em Inglaterra chove mais do que em Portugal. Dependendo do sítio que queiram viver será diferente. Na minha cidade tenho muito sol mas também chove e vejo que é bastante diferente de Londres. Por isso se para vocês é importante ter sol escolham cidades no sul, claro.

Salários: Podem ver neste site os salários no Reino Unido (os valores são anuais, eles aqui falam sempre em salários anuais): http://career-advice.monster.co.uk/salary-benefits/pay-salary-advice/uk-average-salary-graphs/article.aspx

Transportes: Viajar de comboio é caro. Para quem tem menos de 25 anos aconselho a fazer um cartão para ter 33% de desconto nas viagens mas não pode ser usado nos passes mensais. Um passe pode custar por mês £300 por um distância como arredores de Lisboa (como por exemplo Azambuja) a Lisboa centro. Autocarro e metro também são mais caros.

Se quiserem saber mais alguma coisa deixem um comentário.

About these ads

73 comentários a “Viver em Inglaterra”

  1. Olá Ana.
    Obrigada pela ajuda que está a oferecer.
    Portugal está a atravessar uma situação muito difícil. Prova disso é todas as perguntas/pedidos de ajuda que tem recebido no seu blog.
    Eu e a minha familia somos mais umas das pessoas na mesma situação.
    Conhecemos algumas pessoas em Manchester e Liverpool mas ainda não temos a certeza de qual a cidade para onde vamos.
    O meu marido é engenheiro civil e eu sou assistente administrativa, pasteleira e tradutora de inglês e espanhol.
    Qual acha que para si seria a melhor cidade em termos de cenário, qualidade de vida, custo de vida e oportunidades de emprego, na região norte da Inglaterra?
    Temos duas bebés de 18 meses.
    Obrigada pela sua ajuda e boa sorte!

  2. Olá Ana
    Andava a pesquisar por CV’s e vi o teu blog. E achei interessante.
    Eu ja estou a viver em Inglaterra a mais de dois anos, mas ja tinha cá os meus pais a viver.
    Os preços das casas depende muito do local onde vivemos… No teu exemplo dizes £750/mês para uma casa com um quarto. Eu moro em Leamington Spa, Coventry e pago p mesmo (£750/mês) por uma casa com 3 quartos e duas salas.

    Em questões d compras prefiro o Asda, é mais económico que o Tesco.

    Andar de comboio realmente é mais caro do que em Portugal, pago de Leamington a Manchester £40 ida i volta, fora de jora de ponta. Mas andar d autocarro nao é mais caro. Agora os preços em Portugal estão muito altos.

    Eu estou a tirar o curso ESOL (Ingles para Falantes de outras línguas) no Colegio local e é muito bom, nao é muito caro, e para alguns (quem receba ajudas do estado) o curso pode ser gratuito. E no final de cada Termo (período escolar) faz-se um exame e se passar (claro) recebemos um certificado da universidade de Cambridge. Felizmente, para mim, ja estou no ultimo nível. E se tudo correr bem este termo termino o curso :)

    E a minha irmã nao entendia nada de ingles veio po 6º ano sem saber nada de ingles, e deu-se muito bem, porque eles ajudam no desenvolvimento e são muito pacientes, agora ela esta no 10° ano e na escola nem parece emigrante :)

    Uma coisa que nao falaste, é para pessoas que tenham criancas, que ainda nao andem na escola; aqui os infantários ou amas são muito caros, no mínimo paga-se £30/dia na minha zona.

    1. Olá Vania
      Para quem tem poucos conhecimentos de ingles.
      Ai em Ingaterra existem escolas de aprendizagem rápida cursos que nos deem conhecimento para ober emprego.
      Tenho procurado cá em Portugal, mas parece-me que os valores são elevedos e o tempo é muito prelongado.
      Obrigada Fernanda

    2. Ola Vania,

      O meu marido vai brevemente para UK trabalhar numa fabrica precisamente em Coventry :)

      Ja li o seu comentário que realmente me responde um pouco acerca da escola pois tenho dois filhos, um na primaria e outro na secundaria… mas nós tambem não sabemos se mais tarde iremos ter com ele tudo depende de como lhe correr a experiencia.
      Uma situação que nos esta a deixar um pouco apreensivos é o facto de nos terem dito que os ingleses são xenófobos… isto tem algo de verdade? Ha realmente algum tipo de racismo da parte deles com os imigrantes mais concretamente com os portugueses?!…
      É possível ir ai as caixas multibanco e levantar libras usando o nosso cartão multibanco da conta de Portugal?
      Disseram nos que há autocarro do aeroporto para Coventry +- 30 libras … mas e qual é o melhor aeroporto?
      E em relação aos telemoveis e a puder aceder a internet porque de inicio não ira ter computador…
      Agradeço o conhecimento/experiencia que me possa transmitir.
      Obrigada pela atenção que me possa dispensar.
      Melhores cumprimentos

  3. OLÁ ANA. ESPERO QUE ESTEJA TUDO BEM. SABES DAR-ME ALGUMA INFORMAÇÃO SOBRE TRABALHAR EM SPALDING EM FÁBRICAS DE FRUTA? OBRIGADA.

  4. ola ana como possível arranjar trabalho para mim e para o meu marido através de si em Inglaterra ou outro pais agradecia um resposta sua vistou já ter mandado uma mensagem e não tive resposta da sua parte obrigado

    1. Ola Patrícia,

      Peço desculpa se dei a entender que ajudo a arranjar emprego. Eu ajudo com dicas que deixo no meu blog mas só para informar. Eu não sei como estão todas as áreas profissionais no reino unido. Só tento ajudar com informações que a maior parte dos portugueses desconhece.

      Boa sorte!

  5. Olá.
    Quero agradecer-te pela ajuda que o teu blogue nos deu a mim e ao meu marido. Estamos a planear mudarmo-nos para Birmingham até ao Verão. Ele é engenheiro de automação e eu sou enfermeira. Será fácil para ele encontrar emprego por aí?
    Queria perguntar-te tambem sobre o custo de vida. Eu sei que em Londres é proibitivo para uma familia de 3 (temos uma pequena de 4 anos) mas penso que Birmingham será mais económico. Podes dar-me alguma indicação nesse sentido?
    Obrigada por tudo.

    1. Ola Monica,

      Não sei dizer se é uma cidade barata. Podes ver em rightmove.co.uk o preço das casas. Para a área de saúde penso que consegues alguma coisa, talvez se fores às agências em Portugal te ajudem. Vi na sapo.pt anúncios para enfermeiros mas não sei se são bons.

      Boas sorte!

  6. Olá Ana! Obrigado pela tua partilha!
    Eu sou enfermeira, com 8 anos de experiência, Licenciatura(4anos) e mestrado. O meu marido é engenheiro químico. Ambos falamos bem inglês. Dadas as circunstâncias que se vivem em Portugal, estávamos a ponderar a hipótese de emigrar.
    Tens ideia em que região de Inglaterra teriam mais oportunidades de emprego para ambos? Pretendemos constituir família e por isso preferencialmente não gostaria de morar numa grande cidade como Londres.
    Do que conheces, achas que enquanto casal poderíamos auferir um rendimento mensal de que ordem?
    Obrigado pela tua ajuda.

  7. Olá Ana o seu blog é fantástico para quem nunca esteve na Ingalaterra é uma grande ajuda,e é muito nobre estarmos desponiveis para ajudar bem haja.Quanto a mim chamo-me Agostinho Matos,casado,tenho o 12º ano e o C A P de técnico de Obra os ingleses designam-me como “General Forman ou Forman tenho muita experiencia em todo o tipo de construção civil o meu ingles é um ingles para desenrascar,tambem já tenho 68 anos mas estou apto estive no Ghana até ao final do ano passado.Pergunto acha que consigo encontrar emprego e alojamento com alguma rentabilidade,porque cá em Portugal não encontro emprego.Melhores cumprimentos, Agostinho Matos

  8. Olá.
    Tenho procurado às ofertas de trabalho para a minha area. Estou empregado e sou técnico de hardware de equipamentos de escritório (copiadoras e impressoras).
    Tenho formação de 12 ano e certificações adicionais da Microsoft da cisco.
    Tenho visto alguma propostas na ordem dos 25k até aos 30k.
    Com esses montantes já dá pra viver em londres? Se a ideia se concretizar vou sozinho só depois levo a esposa.
    Esses ordenados dao pra viver?

    Obrigado

    1. Ola Joel,

      Dá para viver bem sozinho mas tudo depende onde vais viver. Um salário para 2 pessoas é mais complicado mas tudo depende da casa e se precisas de pagar transportes ou se vives com outras pessoas mas penso que seria muito apertado.

      Boa sorte!

      1. Olá,
        tenho uma pessoa que foi para Brighton em Fevereiro e já se encontra a trabalhar há um mês de facto confirma para uma pessoa sozinha é dificil o peixe e carne é um pouco mais elevado e os transportes tb masé como tudo o k +e mais barato é o fast food dá para viver mas dificil para juntar algo mais

  9. Ola Ana,
    O meu marido recebeu um convite para ir trabalhar numa fabrica em Coventry,portanto ele ira ja com contrato de trabalho.
    A minha pergunta prende-se com o facto de termos 2 filhos, um na primaria e outro na secundaria; porque pomos a hipotese de irmos mais tarde juntar nos a ele. Faz me um bocado de confusão a adaptação deles a escola devido a lingua porque todos só o ingles da escola…nunca vivemos fora só temos experiencia de ferias e não na uk. E se sera facil para mim de alguma maneira arranjar algo para fazer uma vez que a minha experiencia profissional é de tecnica de contabilidade… Tambem ja me disseram que o estado dá ajudas…
    Agradeço o conhecimento/experiencia que me possa transmitir
    Melhores cumprimentos

    1. Ola Carla,

      Será complicado para as suas filhas se adaptarem à escola. O ensino aqui é diferente e pelo menos a que está no secundário devia ter um excelente nível de inglês mas é uma questão de o seu marido perguntar numa escola.
      Em relação a ajudas do estado não sei como é neste momento, eles estão a mudar as leis e vai ser cada vez mais difícil ter tantas ajudas.
      Se o seu nível de inglês é bom, não deve ter problemas em arranjar emprego em contabilidade, vejo alguns anúncios para essa área. É uma questão de enviar cvs e ver se a chamam.

      Boa sorte!

  10. ola ana eu e o meu marido vamos para a inglaterra tenho duas meninas que iram para ai para a escola qual a melhor vamos para perto de londres ,eu era para as limpesas domesticas a muito serviço nessa area e o meu marido era para os jardins ou construçao civil como estas ai nestas areas e muito dificil e que ria saber se tem ajudas do estado para quem vai com a familia .
    agradecia a respostas .

    1. Ola Elizabete,

      As leis estão a mudar no reino unido por isso não sei dizer quais serão as ajudas. Em relação às vossas áreas não sei se conseguem arranjar emprego, não sou dessa área por isso é difícil dizer alguma coisa em concreto.

      Boa sorte!

  11. Peço desculpa a todas as pessoas que não respondi mas neste momento é difícil responder a muitas perguntas que me colocam. As leis estão a mudar para quem quer mudar-se para Inglaterra e não sei como as coisas vão ficar, por isso não quero estar a dar respostas enganosas.
    Em relação a saídas profissionais, não sei como estão todas as áreas profissionais, acho que só saberão tentando enviar CVs. Eu só estou cá a viver há ano e meio e só sei que querem pessoas na área da saúde.
    Vou tentar responder ao que puder.

    1. Boa tarde Ana, estive a ler o seu blog e tem aqui dicas que para qualquer pessoa que queira emigrar pode tirar as suas dúvidas nos diversos factores que já referiu. Antes de mais agradeço a sua disponibilidade para ajudar os outros que neste momento estão a passar por uma fase complicada no nosso Pais. Gostava de expor o meu caso e se possível conforme disponibilidade obter uma resposta. Eu neste momento estou a trabalhar em Angola mas com perspectivas de regressar a Portugal e com a ambição de sair novamente mas com a particularidade de estar com quem gosto e se possível para a Europa/UK (já tive a minha dose de África para já:)) Estou na área da construção (Medidor Orçamentista / Quantity Surveyor / Estimator) pela qual sabemos que em Portugal neste momento não existe possibilidade de trabalhar e Angola mais uns anos e está no mesmo caminho mas tenho que me antecipar e começar a procurar. Solicitava que me esclarece-se nuns pontos cruciais para conseguir arranjar trabalho em UK, você referiu que o currículum traduzido não tem de ser ou não deve ser no formato Europass, gostava que me referi-se em que modos é que eles preferem o curricular e que aspectos a mencionar para maior valia no processo de selecção. Neste momento tenho pessoas conhecidas em Inglaterra que me facultavam a moradas deles para que seja mais fácil recrutarem, sendo que necessitava de passar uns meses antes aperfeiçoar o meu Inglês, visto que não falando já algum tempo estou com algumas dificuldades, aquela escola que referenciou é um bom passo para que se consiga falar fluente e conseguir entrar no mercado de trabalho? Para entrar nessa escola necessita-se de algum apoio ou requisito especial ou qualquer pessoa que queira consegue entrar? Estou a pensar que lá para Setembro esteja disponível para que mude de vida, neste momento vou cumprir o meu contrato e visto de trabalho para que a empresa consiga atempadamente arranjar alguém para o meu lugar, tenho visto que para a minha área vem sempre a pedir todos os dias, o que também me deixa mais confiante e com boas perspectivas para deixar esta “vida de africano” para trás e ir à procura de novos objectivos de vida para a “civilização”. Aguardo um contacto seu para que me possa ajudar a rumar a novos horizontes. E para finalizar mais uma vez os meus Parabéns pelo blog, uma excelente maneira para que as pessoas consigam tirar as suas dúvidas e um bem haja às pessoas que ainda gostem de ajudar os outros. Fico aguardar um contacto seu. Obrigado

  12. Ola Ana, estou a pensar ir viver em Londres já que meu negocio aqui em Portugal está difícil. Sou da restauração, experiencia em grelhados a carvão. Com esposa brasileira e filho portugues com 4 meses. Achas que é possível um emprego em restaurante de Portugues e facilidade para moradia por ser Portugues e com filho?
    Alguma dica? . Já agora o ingles é básico(por ora). Obrigado e parabéns pelo blog.

  13. ola ana. gostaria muito de saber como posso ser ajudada em Inglaterra em relação a casa para viver e trabalho, uma vez que sou mãe de uma criança de 4 anos e estou gravida de 4 semanas e como as coisas aqui em portugal estão difíceis gostava de saber se me ajudam em Inglaterra porque não tenho la ninguém..

  14. Olá, Ana!

    Você tem alguma informação sobre a escola Embassy? Pretendo fazer um curso de 6 meses na Inglaterra e me sugeriram essa escola, mas não nenhuma referência.
    Outra dúvida: 4 0u 6 meses são suficientes para adquirir a fluência?? Tenho o nível intermediário em inglês.

    Obrigada e espero que me ajude.

  15. Olá Ana,consegues dizer-me quantos anos no mínimo são precisos para um imigrante trabalhar na Ingaterra para conseguir uma reforma? Eu tenho 50 anos e não sei se até fazer os 65 teria descontos suficientes para isso.Também me poderás dizer se a idade aí tem muita importância para arranjar emprego como aqui em Portugal?O meu domínio da lingua é um pouco acima da média e tenho o 12º ano mas, como já disse tenho 50 anos (cheios de força). Valerá a pena tentar uma ida para aí (tenho uma pessoa amiga onde ficar por uns tempos)?

    1. Ola Rosária,

      Aqui tem-se sempre reforma. Tem-se a reforma que se desconta de onde se trabalha e do estado. Para lhe darem toda a reforma do estado tem de trabalhar aqui durante 30 anos mas dão-lhe sempre mesmo que trabalhe 1 ano aqui, é pouco mas dão. Pode obter mais informações em gov.co.uk.
      Aqui a idade não conta muito, conta a experiência que se tem. Não se prenda pela idade e tente. Aqui é mais fácil arranjar emprego não só porque há mais emprego mas porque não são tão esquisitos na escolha do candidato.

      Boa sorte!

      1. Muito obrigada Ana, conseguiu dar-me mais força ainda,vai sempre valer a pena pelo menos para passar pela experiência de viver uns tempos noutro país ,foi sempre algo que tive vontade de fazer.Será melhor inscrever-me numa agência de empregos ou isso não é aconselhável pelas comissões que cobram?Mais uma vez agradeço pela resposta tão célere.

  16. ola ana eu ja trabalhei em inglaterra numa das ilhas guensey , gosta va de voltar a trabalhar em inglaterra mas falou pouco ingles como posso fazer para aranjar trabalhos em inglaterra mas com patroes portugues obrigado

  17. Olá Ana. Antes de mais, grata por este fantástico blog e pela ajuda que dás às pessoas. Descobri hoje o teu blog e gostaria de te perguntar algo. Eu tenho 31 anos, tenho uma licenciatura em psicologia (3 anos) sem mestrado, e tenho uma vasta experiencia, principalmente em call centre em portugal e lidar com crianças e jovens como monitora. Gostaria de ir para a Inglaterra, mas estou indecisa na cidade. Não tenho família nem amigos lá, o meu inglês é intermédio, e sou uma pessoa que se desenrasca em tudo muito bem, mesmo sozinha. Posso trabalhar a lidar com crianças ou mesmo call centre, ou relacionado com a minha área. Podes sugerir-me algumas cidades para onde eu possa apostar, e que tenham boa empregabilidade? Saudaçoes:)

    1. Ola Anabela,

      Já que não tens ninguém conhecido em Inglaterra devias tentar em toda a Inglaterra, até mesmo escócia e Irlanda caso gostes. Na Irlanda é capaz de ser mais difícil arranjar emprego mas se tentares para todo reino unido podes encontrar mais ofertas e depois podes optar. O norte é mais industrial, o sul é mais caro e quanto mais perto de Londres pior.

      Boa sorte!

  18. Olá Ana, o meu namorado tem o curso de Indústria Metalúrgica e Metalomecânica e gostava de saber quanto se recebe mais ou menos de ordenado aí.
    Eu só tenho o 9º ano, sei me desenrascar a Inglês (sei mais do que o namorado) e temos um filho de quase 4 meses.
    Se me pudesses ajudar, agradecia.
    Parabéns pelo o blog.

    1. Ola Mariana,

      Aqui o mínimo que pagam é 6,19 libras à hora. Podes ver em sites como monster.co.uk, reed.co.uk, prospects.co.uk, eures.com. existem imensos sites de agências de recrutamento, não conheço esse que mencionaste. Os únicos dados pessoais que deves por no cv é a morada e número de telefone. Nunca pedem mais nada, por isso se começarem a oferecer estadia, viagens e pedirem outras informações pessoais é porque não é seguro.

      Boa sorte!

  19. Ola Ana gostava que me pudesses responder, se tivesses uma ideia, de como é a vida nas zonas rurais na Inglaterra, tens mais ou menos ou pelo menos uma pequena noção? É que vejo a série Downton Abbey e, não sei se é próprio da série, mas o campo para ser muito lindo e calmíssimo para se viver sem preoucupações… E já agora como é a situação de crime, violencia e insegurança no meio rural? Estão controlados?

    1. Ola Daniel,

      Existem várias casas como aquela em Inglaterra mas são isoladas de tudo. Não acho boa idéia, pelo menos no início ir viver para o campo, teria de comprar um carro e isso sai caro. Eu vivo em kent e a paisagem é um pouco assim mas vivo numa pequena cidade para ficar perto de tudo. Depois de cá viver por um tempo talvez vá para mais longe da cidade.

  20. ola gostava de saber …. nao tenho muito estudos mas gostava de saber se arranjo trabalho facil na fabricas embalar comidas se poderes ajudar fico grato

    1. Ola Joaquim,

      Não lhe sei dizer se será fácil, é uma questão de tentar. Se fizer uma pesquisa na internet de certeza que encontra empresas.

      Boa sorte!

  21. olá ana parabens pelo optimo trabalho e ajuda a quem precisa de informaçoes.a minha questao é a seguinte:qual o site ai em inglaterra do governo que explique como se processa uma eventual transferencia de um funcionario publico(eu)para ai?é que por cá nao consigo encontrar nada que me elucide.obrigado e continue o excelente trabalho.bem haja.

  22. ola ana. gostava que me desses uma ideia de quanto ganha em media uma pessoa que trabalhed na construçao civil com pouca expeirencia.

    aguardo uma resposta

    obrigado

    1. Ola Rafael,

      Eu não te sei dizer, não é a minha área. Se procurares na internet por anúncios de certeza que encontras a informação que pretendes. O que te posso dizer é que o mínimo que se paga por hora aqui no reino unido é 6.19 libras.

  23. Boa noite, eu queria saber se me podia dar informação em aspecto de ser mae solteira e ir para ai, em relação a trabalho e casa
    .. no que me ajudam, quais são os beneficios, obgdo

    1. Olá Jessica,

      Eles aqui ajudam mas tem de ir ao Council da região onde reside para saber dos benefícios que tem direito.

      Boa sorte!

  24. Olá! Bem vejo aqui mta gente com licenciatura… e não é o meu caso infelizmente =(
    Resumidamente vou contar a minha história.
    Tenho 27 anos e tenho o 12ºano e sou tecnica de contabilidade mas sem eexperiencia. Trabalho num café juntamente com o meu namorado e temo 1 filha com 21 meses. Neste momento a dificuldade é tao grande q pretendo ir prai so q nem eu e nem ele sabemos mt mt pouco ingles. Ele so tem 9º ano. Será q é facil msm assim dir prai e ter trabaho em kalker coisa? temos familia ai tb…

    Obrigada ***

    1. Olá Vera,

      É difícil conseguir-se emprego sem falar mais ou menos a língua. O que aconselhava é que voltassem a estudar inglês para vos ajudarem. Nem que seja estudarem em casa. Tudo o que seja atendimento ao publico não vão conseguir arranjar emprego.
      Tentem empregos que não tenham muito contacto com o publico. A melhor maneira para quem não fala a língua é a ajuda da família enquanto não conseguem emprego e aprenderem a língua. A língua é só um obstáculo mas com tempo conseguem falar inglês.

      Boa sorte!

  25. Olá Ana tenho muitas duvidas mas gostaria muito de ir estudar e trabalhar em Inglaterra mas não tenho família nenhuma aí. Gostaria de saber como fazer para arranjar um quarto para ficar numa zona que seja mais barata para poder arranjar trabalho para pagar o quarto e o College para tirar o Esol Course. Podes me ajudar ?

    1. Olá Ana,

      O norte de Inglaterra é mais barato do que o sul. Se quiseres Londres é tudo caro mas o mais barato será no norte de Londres. Se quiseres ver o preço das casas vai a rightmove.co.uk.

      Boa sorte!

  26. Ola, Tenho Um curso em artes plasticas e Multimédia… (design). Achas que consigo facilmente encontrar emprego? :) Obrigada Ana, e Obrigada pelas dicas.

    1. Olá Leepa,

      Sinceramente não te sei dizer, não é a minha área. É uma questão de pesquisares na internet para veres anúncios e Linkedin.

      Boa sorte!

  27. Olá,

    Gostei do teu blog. Eu tb estou a pensar ir pa UK trabalhara, inda tenho que arranjar trabalho. Tu tiveste que mandar traduzir os teus certificados de conclusao de curso?

    Obg

    1. Olá,

      Eu pedi para os meus diplomas serem em inglês mas eles nunca chegaram a ver-los aqui e nem fiz equivalências para as notas daqui.

      Boa sorte!

  28. Olá Ana,

    O meu nome é Luís e desde já dou-te os parabéns pelo teu blog. Eu tenho uma Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e das Telecomunicações e estou muito interessado em trabalhar na Inglaterra. Estou a pensar em frequentar um curso intensivo de 1 mes e depois começar a enviar CVs. Visto ja deres passado por esse processo, podes me indicar algumas agências de recrutamento?

    Obrigado

    1. Olá Luís,

      Penso que é fácil encontrares emprego aqui, há muita oferta na tua área. Como já aconselhei a várias pessoas, faz uma página no Linkedin, é uma óptima maneira de enviar CVs e conhecer empresas. Podes também ir ao reed.co.uk, monster.com e prospects.co.uk.

      Boa sorte!

  29. Olá Ana, vim aqui parar porque também estou a pensar dar o salto. Gostei mt do teu blog. Não sei se saberás responder a esta pergunta, mas não perco em tentar. Eu sou tradutora freelancer e apesar de ganhar bem estou a ver o dinheiro a fugir-me todo para a seg. social e irs. Pelo que vi no site oficial do governo do uk, aí desconta-se bem menos para a seg social como trabalhador independente e tendo em conta que os impostos aqui vão disparar em 2013, parece-me que até aí são mais baixos (eu vou subir do escalão de 14 para 28% e aí pelo que vi paga-se 20%).
    A minha pergunta é: sabes quais são as condições ao certo para trabalhadores independentes ou pelo menos conheces sites que informem sobre isso ou conheces alguém que esteja nessa condição? Infelizmente na minha condição não vejo forma de arranjar emprego por conta de outrem aí porque agora todas as empresas querem tradutores brasileiros. Se conheceres algum tradutor por aí talvez pudesses dar-me umas luzes. Obrigada desde já e parabéns pelo blog. :)

      1. Infelizmente já conhecia esses sites todos por isso estou na mesma hehe. De qualquer forma agradeço o tempo que me dispensaste! Bom ano!

      2. Olá de novo! Desde a última vez que comentei tenho posto em causa se isto de emigrar será assim tão benéfico, pelos casos que tenho conhecido. Tenho uma amiga que é enfermeira e essa, claro, saiu-se muito bem aí, mas o namorado que só tem o 12º ano nem por isso, teve de arranjar 2 empregos e o dinheiro mal lhe chega para as contas. O caso que mais me assustou foi o de uma colega que tem um mestrado (penso que em psicologia ou algo do género) e como não tem um grande nível de inglês está a trabalhar 12h/dia numa fábrica, aos dez dias seguidos de cada vez. Tenho ouvido dizer que o mercado de trabalho em Inglaterra está saturado e que já só se arranja esse tipo de trabalhos, o que me assusta bastante porque acho que não tinha capacidade física para os aguentar. E a verdade é que em Portugal ainda vou tendo trabalho, apesar de o dinheiro ser cada vez menos. Gostava que me desses uma opinião brutalmente sincera, eu tenho um curso superior de secretariado (mas não tenho experiência nenhuma nessa área) e de tradução (mas pelo que vejo nessa área só há emprego como cá… freelancer) e o meu namorado tem o 12º tirado nas novas oportunidades; ambos temos um bom nível de inglês, achas que temos hipótese de arranjar algo que não seja trabalhar numa fábrica, nas limpezas, etc.? Se não tivéssemos alternativa que remédio, mas assim custa um pouco uma pessoa atirar-se. Mais uma vez agradeço-te a paciência! Um beijinho.

      3. Ola Maria João,

        Eu não te sei dizer se iras arranjar emprego na tua área ou não. Quando vim para Inglaterra só me diziam que não ia conseguir arranjar emprego, só ouvia coisas negativas e na tv só se ouvia a falar de desemprego. Quando vim para cá a percentagem de desempregados era muito maior do que agora. Claro que apesar de saber que era muito difícil e não tinha um bom nível de inglês esforcei-me ao máximo. Eu não sabia se havia emprego na minha área aqui, foi enviando cvs e pesquisando que descobri. Eu penso que só tentando é que se sabe. Todos podem tentar antes de virem para Inglaterra, pesquisando na net, enviando cvs. Eu descobri tudo sozinha. Apesar de o meu namorado ser inglês, ele é de uma área completamente diferente dá minha por isso só me ajudou mesmo no inglês.
        Tudo depende daquilo que é mais importante para ti. Para mim era ficar com o meu namorado e fazia tudo para arranjar emprego, nem que fosse numa fábrica. Tens de ponderar, não arrisques sem fazeres um plano primeiro, não vas à aventura.
        As coisas estão mal aqui mas já há muito tempo, só começaram a falar disso em Portugal agora porque estão a mudar leis. Não venhas para cá a contar com benefícios do estado.

        Boa sorte!

      4. Eu com apoios do estado nunca contei, aliás posso orgulhar-me de nunca ter pedido nem recebido nenhum. Como te disse, tenho trabalho cá, não quero é ir para uma situação pior do que aquela em que estou, percebes? Quem precisa não pode ser esquisito, mas eu ainda me vou safando por cá, por isso só quero ir se valer mesmo a pena. Não me importo de trabalhar numa loja, num café ou algo do género, já era bem bom. Tenho visto muitos anúncios mas já percebi por mim e por outros que eles não respondem a ninguém de fora, por isso só mesmo tentando aí. Temos algum dinheiro de parte e vamos ficar em casa de amigos, por isso não temos muito a perder. Não sei se era a isso que te referias em relação a ter um plano, mas pelo que vejo não dá para planear muito mais do que isso! De qualquer maneira já fiquei com mais esperança por saber que quando foste havia mais desemprego e te safaste muito bem. Obrigada!

      5. Se tens emprego aconselho a ficares por Portugal mas não perdes nada em enviar cvs de vez em quando. Pode ser que consigas algo melhor.

      6. “Emprego” não tenho, tenho trabalho; sou freelancer, por isso posso trabalhar em qualquer lado. Daí dizer que não tenho nada a perder, porque se não resultar aí volto pra cá e continuo com a minha actividade (nem sequer vou fechá-la enquanto não arranjar emprego aí). Vamos ver no que dá! ***

      7. Esqueci-me de dizer que ambos temos muita experiência em atendimento ao público (no caso dele, mais de dez anos num bar), talvez seja o que nos valha…*

  30. ola Ana muito obg peladica mas o problema ta na morada, mas a continuar assim o mais certo e que va mesmo parar ai mas vou começar a pesquisar melhor nos sites que me indicaste.obg e parabens mais uma vez

  31. Boa tarde Ana,

    O meu nome é José Pedro, e enviei ontem um CV através do linkedin para uma empresa de recrutamento que procurava programadores de CNC para o ramo da aeronautica e defesa. O que é certo é que hoje fui contactado por telefone para fazer uma marcação de entrevista através do Skype, como é claro fiquei muito supreendido, pois não estava á espera de uma resposta tão rápida e o CV foi enviado mais a titulo de teste do que propriamente a titulo de necessidade, visto que eu tenho trabalho aqui em Portugal.
    Mas já que me contactaram resolvi ver o que isto vai dar. Seria possivel elucidares-me como é que funcionam ai as coisas a nivel de impostos, se o ordenado bruto que eles propõem por ano é sobre 12 ou 14 meses ( subsidio de ferias e natal ), como é que são os contratos etc.
    O trabalho é na zona de Hastings.
    Agradeço a tua ajuda e obrigado.

    1. Olá José,

      Como deves saber há muitas ofertas para a tua área por isso não me admiro teres conseguido logo uma entrevista.
      O imposto é 20% até salários anuais de 40000 e a partir daí é 40%. Aqui não há subsídios de natal e férias. Os contratos variam muito de empresa para empresa. Podes ter 6 meses ou 1 ano à experiência, recebes o mesmo mas podem-te mandar embora mais rapidamente.

      Boa sorte!

      1. Boa tarde Ana,

        Muito obrigado pela tua resposta tão celere, por favor continua com o teu blog pois é uma boa ajuda.
        Vou pensar bem no assunto, pois embora a proposta que me fizeram se situe entre as 30.000£ e as 40.000£ , não sei se me compensará ir para ai, pois com os descontos e tudo……não sei se compensará deixar a familia, nem que seja temporariamente!!!!!
        Ai o imposto é unico, não têm segurança social em separado como nós ?
        E como é que funciona com a saude e educação, pois tenho 1 filho com 5 anos?
        Obrigado mais uma vez pela tua ajuda.

      2. Pois, é sempre difícil decidir. Também se paga para segurança social e ainda descontos para a reforma mas normalmente podes escolher quanto queres descontar. Ainda são uns bons descontos. Eles aqui tiram mais dinheiro do que em Portugal.
        Se queres a minha opinião muda se aquilo que vais ganhar é muito mais. Na tua área consegues ganhar muito bem aqui. Envia vários CVs e o Linkedin é óptimo para isso. Também arranjei o meu emprego lá. Acho que acima dos £ 30000 já consegues ter uma boa vida sozinho mas não para uma família. Não conheço Hastings por isso não te consigo ajudar quanto ao nível de vida.
        A saúde funciona bem, pelos menos onde vivo nunca espero para consultas, não se paga mais nada, nem a ida ao hospital. Parece ser tudo muito bem organizado.
        Na educação não se paga livros, nem as crianças têm de carregar os livros para a escola, tudo fica na escola. O método de ensino é diferente e penso que não se gasta tanto dinheiro como em Portugal.

        Espero que tomes a decisão certa!

    1. Ola Ana o meu nome e Vitor e neste momento dificil em Portugal a imigração acaba por ser quase uma obrigação,tou empregado de momento numa empresa do ramo automovel, mas começo a ver om futuro muito instavel e dai a minha curiosidade em pesquisar blogs de pessoas que ja estao imigradas, e agradeço desde ja o teu excelente trabalho a ajudar pessoas como eu, no entanto nao tenho grande escolaridade mas safo me bem em ingles, queria me aventurar ai mas nao sei muito bem para onde me dirigir, o que fazer etc! tenho carta de pesados penso que sera uma mais valia ai mas tenho de pesquisar melhor ofertas de emprego.podes me ajudar dando contatos de email por exemplo de agencias de emprego?obg e parabens

      1. Olá Vitor,

        Há alguns sites como reed.co.uk, mosnter.com, propects.co.uk e hrgo.co.uk. Existem muitos mais, claro, é mesmo uma questão de fazer pesquisa mais focada na área que quer. O melhor mesmo é começar a enviar CVs para empresas de transportes ou automóveis e pôr uma morada inglesa e ter um cartão de telemóvel inglês no CV, eles preferem alguém que já viva cá.

        Boa sorte!

      2. ola Ana continuo muito confuso, mas mais uma vez parabens pelo teu trabalho e orientação! Vou tentar passar ai uma semana ou duas d ferias para me ambientar e ver realmente como isso e.obg

Os comentários estão fechados.